Mensagem do dia 03 / 02 / 2015: O que seria a salvação?

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. 2 Coríntios 5:17
E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou; Colossenses 3:10
De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida. Romanos 6:4

Muita gente se pergunta o que seria a salvação? Ou o que Deus quer dizer com este termo? Deus quer nos levar para uma vida melhor, isto com certeza, mas se fosse para nos tirar desta vida na hora em que fossemos salvos, como se um raio caisse em nossa cabeça e pronto, morreriamos instantaneamente. Só que não é essa a vontade de Deus para nós! Quando o Senhor nos salva, ele quer que nós cumpramos uma missão ainda em vida, a de viver pelos outros, pelo nosso próximo. Demonstrar com nossas atitudes e palavras que Deus está conosco, esta é a parte terrena de nossa salvação. Um perdido, que estava com sua vida totalmente destruida, sem rumo, com uma família desagregada, e desocupado sem objetivos, e que encontra a salvação em Deus, de repente, muda radicalmente e magicamente suas atitudes, suas ações, como se fosse da água para o vinho, e todos os que estão próximos dele começam a perceber que algo diferente aconteceu com ele, e procuram saber o que houve. É isto que demonstra quando uma pessoa está realmente salva ou não! Os objetivos dessa pessoa mudaram, começou a tratar melhor os que o rodeiam. Passou a viver pelo próximo sem ver o que vai ganhar, mas pelo que pode oferecer para ajudar aos outros. É assim que o Senhor quer que vivamos, para Ele e para o próximo. Isto realmente demonstra o nosso amor para com o Senhor, pois como poderemos amá-lo, a quem não vemos, se não podemos amar ao próximo que vemos ao nosso lado?

 

Mensagem do dia 13 / 02 / 2015: O tempo de Deus

Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim, diz o Senhor, que é, e que era, e que há de vir, o Todo-Poderoso. Apocalipse 1:8
Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. 2 Pedro 3:8
Porque mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que passou, e como a vigília da noite. Salmos 90:4

O tempo tal qual o conhecemos foi criado pelo homem para ser útil no seu dia a dia, para saber em que estação do ano está, dividir dias e noites, semanas e meses e anos. Com isso ele pode controlar os tempos de plantações e colheitas, e contemporaneamente o seu dia de trabalho, através das horas, e seu descanso também.
Só que o tempo de Deus não tem nada a ver com o tempo do homem! Para Deus o tempo não existe, um ano podem ser mil anos, e mil anos apenas um. Ele é o alfa e o ômega, o começo e o fim! Ele tem a eternidade em suas mãos! Quando pedimos algo ao Senhor normalmente achamos que Ele nos atenderá no nosso tempo. Isto pode ocorrer ou não, pois para Deus o tempo não existe! O tempo de Deus realmente não tem nenhuma relação com o nosso tempo. Ele sabe o tempo certo de nos dar algo, ou então de nos afastar de algo. Muitas vezes nem sabemos direito o que pedimos, mas Ele sabe o que é bom para nós. Ele nos concede no tempo certo o que realmente precisamos, no tempo de Deus! Temos que ter esta sabedoria e aprender a esperar!

 

Mensagem do dia 23 / 02 / 2015: Nossa rotina diária

E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou Jesus numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa;
E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra.
Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude.
E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária;
E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.
Lucas 10:38-42

Observemos nesta ocasião narrada por Lucas, o comportamento de duas irmãs Marta e Maria. Jesus estava como convidado em sua casa, talvez fazendo uma visita breve, uma pequena pausa para continuar o seu caminho. Ele já era bastante conhecido na região, devido aos milagres que operava, devido às ministrações que passava à multidões de pessoas sedentas em conhecer mais de Deus. Marta porém estava toda enredada em suas atividades diárias, domésticas, pensava talvez em receber bem a Jesus, em acomodá-lo para que se sentisse confortável. Preparando algo para sua alimentação. Maria porém, era bem diferente de sua irmã, assentou-se aos pés de Jesus e ouvia atentamente o que o mestre dizia, esta era sua intenção em bem recebê-lo, apenas ouvir sua palavra que para ela era tudo o que realmente importava.
Jesus era um homem simples, não estava interessado em conforto ou comidas, para depois elogiar a quem o proporcionara essas coisas. Talvez Marta quisesse impressionar o mestre com seu trabalho, seus kitutes.
Maria porém foi a que mais agradou a Jesus, pois ela ficou ela ouvindo tudo o que Ele dizia, e não se importou com mais nada. Ela realmente percebeu diante de quem estava, e que era uma oportunidade talvez única de ouvir-lhe, de aprender com Ele, de ganhar sabedoria para o seu viver.

Nós hoje, tendemos a perder tempo com nossos afazeres, deixando as coisas de Deus em segundo plano, deixando as coisas que realmente importam para nós, para fazermos coisas corriqueiras e fúteis. Tentemos ser mais como Maria, e ouçamos mais a voz do Criador, atentemos mais às suas palavras e conselhos, pois assim teremos uma vida melhor, uma rotina com mais sabedoria, a que vem dos céus! Isso é o que realmente importa para nós! E é isso o que Deus espera de nós também!

 

Mensagem do dia 24 / 02 / 2015: Nossa rotina diária 2

E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou Jesus numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa;
E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra.
Marta, porém, andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude.
E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária;
E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.
Lucas 10:38-42

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.
Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido.
Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.
1 Coríntios 2:14-16

Marta e Maria provavelmente moravam na mesma habitação, tinham os mesmos problemas, coisas muito parecidas a fazer em seu dia a dia. Porém Maria tinha uma visão da vida bem diferente de sua irmã. Ao saber que Jesus viria em sua casa, deu total atenção a Ele. Esqueceu de todo o resto, de suas atribuições, de suas preocupações e priorizou a vinda do Senhor Jesus, tanto que ficou aos seus pés, e com ouvidos atentos a tudo o que Ele falou.
Marta já não estava vendo a vida de igual maneira, tinha uma outra visão, achava que agradar ao Senhor seria atendê-lo bem, limpar a casa, preparar algo para que Ele se alimentasse. Jesus mesmo percebeu que Marta estava ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só era necessária!
Em nosso dia a dia, o inimigo é mestre em nos fazer desfocar das coisas que realmente são importante para nós. Ele acaba nos trazendo preocupações em demasia, aumentando problemas que são pequenos, criando obstáculos em nosso viver, em nosso caminhar. Afinal ele veio para matar, roubar e destruir, é só nisso que ele pensa. Temos que ficar mais atentos às coisas que realmente interessam, nas coisas que vem do alto, nas coisas de Deus! Mudemos a nossa mente, e nossos pensamentos, para que fiquemos com a mente de Cristo! Metanóia é uma palavra grega que significa exatamente isso mudança de mente, de caráter, conversão, mudança de atitudes, de temperamento. Nossa mente deve ser parecida com a de Cristo! Ele pensava, agia e vivia de acordo com a palavra de Deus Pai! Jesus era a própria palavra de Deus que se fez carne e habitou entre os homens. Deus quer que nós vivamos dessa maneira, com essa rotina, procurando ter a mente de Cristo!

 Veja mais ministrações e vídeos neste site

Projeto e Manutenção do Site

clauco@terra.com.br

Volta para página inicial