Mensagem do dia 04 / 06 / 2012: Para sermos chamados de Filhos de Deus

Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus; (Mateus capítulo 5, versículo 9)
A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira. (Provérbios capítulo 15, versículo 1)

O que será que precisamos fazer para sermos reconhecidos como Filhos de Deus? Jesus em seu famoso sermão da montanha, nos deu a dica: sermos pacificadores! Para que as pessoas ao nosso redor vejam e nos reconheçam como filhos de Deus, precisamos ter um comportamento diferente do que a maioria reagiria numa situação dificil. Por exemplo, quando nos sentirmos ameaçados por alguém ou por alguma coisa, não devemos revidar, pagar na mesma moeda, mas devemos responder com o bem, pagando o mal com o bem. É pelas nossas atitudes, mais do que por palavras, que realmente podemos fazer a diferença num mundo tão caótico e cheio de violência como é o nosso, e mostrarmos que somos filhos de Deus. Enquanto a maioria reage, tentando contra-atacar com mais violência, gerando ódio e rancor, com palavras duras, nós temos que fazer o inverso, tentarmos abrandar a situação, usarmos de respostas brandas, palavras tranquilas para não aumentarmos o problema. Nosso testemunho comportamental é mais importante do que nossas palavras! Nossas atitudes, nossas ações é que realmente mostram se somos de Deus ou não! Para que pagarmos o mal com o mal? Esta não é uma atitude que o Senhor Jesus nos ensinou. Ele nos deu o exemplo várias vezes, em diversas situações enquanto viveu aqui na terra, exatamente dessa forma.

 
Mensagem do dia 06 / 06 / 2012: Ser e não ter

Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. (1 Timóteo capítulo 6, versículo 10)

O que importa realmente neste mundo é o que somos e não o que temos! Pelo menos é o que deveria ser na prática, mas não o é! As pessoas são observadas mais pelo que elas tem, pelo que elas ostentam, mais do que pelo que elas são! Mas se o ter fosse na realidade o mais importante, os ricos não teriam depressão, não se matariam de estresse, não usariam drogas para tentar fugir da realidade. E os pobres seriam as pessoas mais infelizes na terra, afinal não conseguem comprar tudo de que precisam. Só que isso não é verdade: ricos se matam às vezes de tanto trabalhar e pobres são felizes mesmo com o pouco que tem no bolso! O importante então não é o ter, mas o ser! As pessoas podem ser felizes independente da quantidade e dos valores de seus bens. Como escreveu o apóstolo Paulo para Timóteo, amar ao dnheiro é a origem de toda espécie de males! Este amor faz as pessoas até se desviarem da fé fazendo com que muitas dores sejam atraídas para si, na forma de doenças, depressão, problemas. O ideal é nos contentarmos com o que Deus nos dá, pois Ele sabe o quanto é o melhor para nós em cada situação!
 
Mensagem do dia 08 / 06 / 2012: Ser e não ter (parte 2)

Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos;
Que façam bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis;
Que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam alcançar a vida eterna. (1 Timóteo capítulo 6, versículos 17 a 19)

A nossa vida aqui na terra é realmente muito breve, para muitos 70 anos, outros 80, 90, alguns até passam dos 100 anos, mas chega a um fim algum dia. Mas aguardamos de Deus que tenhamos apenas coisas boas nesta vida, que é realmente muito curta, e esquecemos que teremos uma vida eterna pela frente! Deus nos garante que está preparando um novo céu e uma nova terra! E Deus sempre capricha em sua criação, veja este universo em que estamos como está cheio de detalhes, muitos ainda não compreendidos pela ciência, e infinitas coisas bonitas. A terra é muito linda, expressão do amor de Deus para com o homem, que o colocou para cuidar dela! Mas teremos uma vida eterna! Deus quer que entesouremos bons fundamentos e não dinheiro, que não levaremos para lugar nenhum, "as riquezas são incertas" como escreveu Paulo, para alcançarmos a vida eterna! Que enriqueçamos em boas obras e não em bens para uso próprio! Que coloquemos nossa esperança no Senhor, pois é Ele quem nos proporcionará a vida eterna!
 
Mensagem do dia 11 / 06 / 2012: Adultos ou crianças?

E eu, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, mas como a carnais, como a meninos em Cristo.
Com leite vos criei, e não com carne, porque ainda não podíeis, nem tampouco ainda agora podeis,
Porque ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois porventura carnais, e não andais segundo os homens?
Porque, dizendo um: Eu sou de Paulo; e outro: Eu de Apolo; porventura não sois carnais?
Pois, quem é Paulo, e quem é Apolo, senão ministros pelos quais crestes, e conforme o que o Senhor deu a cada um?
Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento.
Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento. (1 Corintios capítulo 3, versículos 1 a 7)

Para Deus você se comporta como um adulto ou uma criança? Você deveria comer carne ou apenas leite? Paulo queria dizer neste texto aos Corintios, que as pessoas que estavam se comportando com contendas e discussões sobre de quem eram, se de Paulo ou de Apolo, eram como crianças que não sabiam o que diziam. Elas deveriam se importar com Deus, a quem deve ser dada toda a glória! Paulo e Apolo apenas ministravam a palavra do Senhor, mas esta palavra era de Deus e não de homens! Eles não deveriam tomar partido de um ou de outro mas se posicionarem diante da palavra de Deus, como vinda dos céus! Um camponês por mais que se esforce plantando uma semente no solo, arando a terra e colocando adubo, não pode garantir o crescimento e o germinamento desta semente, mas é Deus o Criador do universo, quem faz este milagre da vida! Sejamos mais adultos com Deus, para que ele nos dê carne e não apenas o leitinho diário, sejamos mais espirituais e menos carnais, para que na visão de Deus não sejamos apenas crianças inconsequentes, mas adultos responsáveis! Dessa forma Deus poderá nos usar como instrumentos seus aqui na terra!
 
Mensagem do dia 13 / 06 / 2012: Relacionamento com Deus

E o seu mandamento é este: que creiamos no nome de seu Filho Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, segundo o seu mandamento.
E aquele que guarda os seus mandamentos nele está, e ele nele. E nisto conhecemos que ele está em nós, pelo Espírito que nos tem dado. (1 João capítulo 3, versículos 23 e 24)

Nossa relação com Deus deve ser como respirar e crescer, ou seja, não temos controle sobre nenhum desses fatores, deve ser natural. Respiramos porque estamos vivos. Crescemos pois é de nossa natureza crescer até uma certa idade, não precisamos fazer nada para isso. Fazemos isso sempre sem forçarmos, sendo uma constante em nosso viver. Conseguimos ter esse relacionamento com Deus quando estamos maduros para Ele, ou seja, entendemos que precisamos do Senhor para o nosso viver, em todo o tempo. E dependemos Dele para nos desenvolvermos aqui na terra, para tomarmos decisões, escolhermos caminhos a seguir e a não seguir! Esta dependência de Deus nos deixa mais tranquilos, mais equilibrados e acontece quando entregamos nossa vida ao Senhor guardando seus mandamentos! Jesus mesmo resumiu que o que devemos fazer são duas coisas principais, amar a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a nós mesmos. Fazendo assim estaremos fazendo a vontade do Senhor e nos relacionando com Ele de modo que O agrademos!
 
Mensagem do dia 18 / 06 / 2012: Parábola do semeador

Ouvi: Eis que saiu o semeador a semear.
E aconteceu que semeando ele, uma parte da semente caiu junto do caminho, e vieram as aves do céu, e a comeram;
E outra caiu sobre pedregais, onde não havia muita terra, e nasceu logo, porque não tinha terra profunda;
Mas, saindo o sol, queimou-se; e, porque não tinha raiz, secou-se. (Marcos capítulo 4, versículos 3 a 6)

Jesus gostava de ensinar às pessoas através de parábolas, pois era por intermédio delas que ele conseguia mostrar coisas divinas aos que estavam aqui na terra e não conseguiriam imaginar como funcionavam as coisas celestiais. Ele conseguia através de ilustrações simples, explicar coisas profundas que refletiam as coisas dos céus. Veja o que aconteceu com as sementes que o semeador lançou sobre pedregais, elas não conseguiram criar raizes e se secaram quando o sol apareceu. Por que isto aconteceu? Foi pela falta de raízes! Se queremos nos relacionar com Deus, temos que criar raízes, ir fundo, mergulhar realmente no conhecimento de sua palavra. Dessa forma não será qualquer coisa aparente deste mundo, que muitas vezes nem é real, ou dardos inflamados do malígno, do inimigo, que irão nos abalar e nos fazer desesperar ou nos fazer perder a nossa fé no Criador do Universo! Deus quer que nos relacionemos com Ele dessa forma, com profundidade, enraizados na sua palavra que está na Biblia.
 
Mensagem do dia 19 / 06 / 2012: Sendo diferentes

Portanto, estejam com a mente preparada, prontos para agir; estejam alertas e coloquem toda a esperança na graça que lhes será dada quando Jesus Cristo for revelado.
Como filhos obedientes, não se deixem amoldar pelos maus desejos de outrora, quando viviam na ignorância.
Mas, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, pois está escrito: “Sejam santos, porque eu sou santo” (1 Pedro capítulo 1, versículos 13 a 16)

Deus quer que sejamos santos, o que significa separados, mesmo estando neste mundo que jaz no maligno, mas que sejamos diferentes, e como filhos obedientes: separados para Deus! Não nos deixemos levar pelas coisas que acontecem ao nosso redor, não nos conformemos com estas coisas, sejamos inconformados com o mal. Temos uma nova mente dada por Jesus, não vivemos mais na ignorância que tínhamos antes. Se uma pessoa está reclusa num lugar e acha que está servindo ao Senhor, será mesmo que está? Ele não quer que nós nos separemos do mundo, fisicamente falando, mas que vivamos entre as pessoas e com nossos exemplos sejamos testemunho do que Deus faz, de como Deus age em nossas vidas. Testemunhos são mais poderosos do que palavras ditas. Como poderemos ser exemplos se estivermos longe da civilização? Como poderemos mostrar que Deus está em nós, se estivermos isolados? Provavelmente o número de pessoas vivas neste momento é o mesmo ou maior que a soma de todas as pessoas que já viveram em gerações passadas, o mundo está cheio, repleto de gente como nunca houve antes. Deus nos desafia neste mundo cheio e complexo, a sermos santos pois Ele é! Dar a outra face, andar mais uma milha, pagar o mal com o bem, sermos generosos e andarmos longe da avareza, amarmos a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a nós mesmos, isto tudo nos faz pessoas diferentes. Jesus mesmo sendo Deus, veio aqui a este mundo e nos deu seu exemplo, sendo diferente de todos os que o cercavam, no deserto quando foi tentado pelo diabo não se deixou levar por palavras enganosas do inimigo, não chamou os anjos para o alimentarem e nem pediu para cair maná dos céus; no Gólgota quando disseram salve-se a si mesmo, Ele, mesmo tendo toda a autoridade do mundo em suas mãos, não fez nada para que não saísse do plano do Pai, foi obediente até o final. Tudo isso nos mostra como Ele foi diferente e sempre focado na palavra de Deus Pai, e como prêmio teve então o nome que é sobre todo o nome nos céus, na terra e embaixo da terra.
 
Mensagem do dia 21 / 06 / 2012: Semelhantes a Jesus

Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. (Romanos capítulo 8, versículos 29)
Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. (João capítulo 8, versículo 12)

Deus quer que nós sejamos imagem de seu Filho, Jesus! Ele quer sejamos parecidos com Ele em nossos atos, gestos, modo de viver, de pensar, de nos conduzirmos em nosso dia a dia. Qual o retorno que teremos se andarmos dessa forma? Não andaremos em trevas! Isto é muito importante nos dias atuais, o inimigo tenta nos enganar a todo o momento, mostrando uma falsa realidade, tentando nos fazer desesperar com os fatos que acontecem ao redor, mas se andarmos com Jesus, sendo semelhantes a Ele, não andaremos em trevas, teremos uma visão mais clara do que realmente está acontecendo. E se tropeçarmos levantaremos pois tudo estará claro para nós, teremos a luz da vida que é Jesus iluminando tudo o que houver ao nosso redor!
 
Mensagem do dia 25 / 06 / 2012: Dependência de Deus

Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? (Romanos capítulo 8, versículo 32)
Estas coisas vos escrevi a vós, os que credes no nome do Filho de Deus, para que saibais que tendes a vida eterna, e para que creiais no nome do Filho de Deus. (1 João capítulo 5, versículo 13)

Nossa dependência de Deus se mostra por meio de várias razões mas principalmente pela nossa fé em seu Filho Jesus que se entregou por nós para nos salvar. Se Deus entregou seu próprio filho para nos salvar, sendo que Ele não tinha pecado algum, mas morreu na cruz pelos pecados de todos os que viriam depois dele até os dias de hoje, como não poderemos ter fé que o Senhor não nos dará todas as coisas de que precisamos? Ele nos promete uma vida com abundância e no futuro a vida eterna! Nosso presente e nosso futuro dependem de Deus! No presente Deus nos ajuda em nosso caminhar, nos dando condições de prosseguirmos, nos provendo dos meios para uma sobrevivência, afinal somos mais importantes do que as aves dos céus que Ele cuida sem que elas precisem fazer nada. E para o nosso futuro Deus nos promete uma vida eterna, bastando para isto que creiamos no sacrifício de Jesus, que creiamos no nome do Filho de Deus que é único e suficiente para nos salvar! Esta dependência de Deus tem que ser traduzida em nossas atitudes, que devem revelar nossa fé no Senhor, e tudo o que fizermos que seja feito para a glória de Deus.
 
Mensagem do dia 26 / 06 / 2012: Nossa missão

Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo.
E por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na verdade.
E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela sua palavra hão de crer em mim;
Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. (João capítulo 17, versículos 18 a 21)

Jesus deu uma missão aos seus discípulos e que seria extensiva a todos nós: serem enviados ao mundo! O que significa exatamente isto? Jesus foi enviado a este mundo, tomou forma corpórea, física, mesmo sendo Deus e veio aqui a esta terra para que todos os que os ouvissem, que falassem a palavra do Senhor, cressem no evangelho, cressem que Deus O enviou. Esta missão também é a nossa! Só que para sermos acreditados no que falamos temos que ser parecidos com Jesus: todos que olhavam para ele viam o próprio Deus encarnado, não somente pelos sinais que ele mostrava a todos, mas principalmente pelo seu comportamento, suas atitudes, suas palavras, seu conhecimento de Deus, seu ensino. Para que o mundo nos ouça temos que ser cada vez mais semelhantes a Cristo, dessa forma nossa missão será feita.
 

Mensagem do dia 29 / 06 / 2012: Nossa missão (parte 2)

Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste. (João capítulo 17, versículo 21)
Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo. (1 Corintios capítulo 2, versiculo 16)

Jesus era e é um com o Pai. O que isto significa? Que Eles pensam igual, fazem as coisas da mesma maneira, tem a mesma mente, os mesmos objetivos e idéias. Deus quer que nós tenhamos a mente de Cristo! Para isto devemos nos aprofundar, mergulhar na sua palavra para entendermos o que realmente o Senhor quer que façamos em nossa vida. Nós temos uma missão a cumprir e para cumprí-la temos que nos preparar, sermos exemplo de atitude como o Senhor Jesus foi, servos para que o Senhor nos use, e estarmos sempre prontos a dizer "eis-me aqui", desaparecermos para que o Senhor apareça e toda a glória seja dada a Ele apenas e não a nós.

 Veja mais ministrações e vídeos neste site

Projeto e Manutenção do Site

clauco@terra.com.br

Volta para página inicial