Mensagem do dia 04 / 06 / 2015: A vontade de Deus e a nossa

Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu; Mateus 6:9,10

O que se ensina muito hoje em dia nas igrejas, é que o homem consegue se impor, ou melhor, fazer com que a sua vontade seja feita. É como se Deus fosse nosso servo! Que absurdo não? Ensinam rituais, cerimônias, jeitos de se obter algo do Senhor, de qualquer maneira. Agora, pensemos bem, será que o Senhor Deus Todo Poderoso, se deixa manipular? Será que a nossa vontade pode mudar a de Deus? Nunca! A sua vontade é que impera sempre. Nós não conseguimos enxergar o nosso futuro nem daqui a um minuto, Deus conhece tudo, até o dia do final dos tempos! Ele realmente sabe o que é melhor para cada um de nós. Devemos nos colocar como servos sempre, e com humildade orarmos a Deus, fazermos nossas petições, pois é vontade Dele que assim nós nos comportemos, isso faz com que nossa comunhão com o Criador aumente. Jesus mesmo tendo todo o poder sempre reverenciava o Pai, dava-lhe glórias em tudo o que fazia, em tudo o que dizia sempre se via esta comunhão bem evidente. Nós pobres pecadores, que existimos devido à sua misericórdia, devido à sua graça, pois não merecemos nada do Senhor, devemos entender que a vontade do Senhor é a que importa para nós. Ela é perfeita, pois Ele tudo sabe, tem o nosso futuro em suas mãos, portanto nos coloquemos em suas poderosas mãos para que Ele faça conosco como bem quiser, certos de que é o melhor para nós! A nossa vontade tem que ficar em segundo plano. Assim veremos Deus agindo em nossas vidas, e fazendo os milagres que necessitamos para viver.

 

Mensagem do dia 11 / 06 / 2015: A diferença está na ressurreição

Mas, levantando-se no conselho um certo fariseu, chamado Gamaliel, doutor da lei, venerado por todo o povo, mandou que por um pouco levassem para fora os apóstolos;
E disse-lhes: Homens israelitas, acautelai-vos a respeito do que haveis de fazer a estes homens,
Porque antes destes dias levantou-se Teudas, dizendo ser alguém; a este se ajuntou o número de uns quatrocentos homens; o qual foi morto, e todos os que lhe deram ouvidos foram dispersos e reduzidos a nada.
Depois deste levantou-se Judas, o galileu, nos dias do alistamento, e levou muito povo após si; mas também este pereceu, e todos os que lhe deram ouvidos foram dispersos.
E agora digo-vos: Dai de mão a estes homens, e deixai-os, porque, se este conselho ou esta obra é de homens, se desfará,
Mas, se é de Deus, não podereis desfazê-la; para que não aconteça serdes também achados combatendo contra Deus. Atos 5:34-39

Antes mesmo de Jesus aparecer na terra, um homem chamado Teudas, havia tentado fazer uma revolução e ao final dela, ele mesmo e mais uns quatrocentos homens foram dispersos, sumiram. Seu movimento todo que parecia algo grande, acabou se desfazendo como se nunca tivesse acontecido. O fariseu Gamaliel salientou este fato dizendo que se fosse de Deus, ele não teria tido este final. Já Jesus, veio à terra, convocou vários apóstolos, centenas e milhares de pessoas o seguiram, fez incontáveis milagres diante de todos, transformou as vidas de muitas pessoas. E finalmente quando foi crucificado, ressucitou ao terceiro dia, apareceu para todos os seus apóstolos e para outras pessoas também! Esta é a diferença entre esses dois movimentos, o primeiro não era de Deus, mas o segundo sim! As palavras de Jesus foram escritas nos evangelhos e continuam sendo propagadas até o dia de hoje, Ele realmente é o Filho de Deus, do criador do universo, daquele que tem todo o poder sobre tudo e todos! Jesus ressurgiu, venceu a morte e hoje está assentado ao lado do Pai!

 

Mensagem do dia 19 / 06 / 2015: Devemos ser gratos

E aconteceu que, indo ele a Jerusalém, passou pelo meio de Samaria e da Galiléia;
E, entrando numa certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez homens leprosos, os quais pararam de longe;
E levantaram a voz, dizendo: Jesus, Mestre, tem misericórdia de nós.
E ele, vendo-os, disse-lhes: Ide, e mostrai-vos aos sacerdotes. E aconteceu que, indo eles, ficaram limpos.
E um deles, vendo que estava são, voltou glorificando a Deus em alta voz;
E caiu aos seus pés, com o rosto em terra, dando-lhe graças; e este era samaritano.
E, respondendo Jesus, disse: Não foram dez os limpos? E onde estão os nove?
Não houve quem voltasse para dar glória a Deus senão este estrangeiro?
E disse-lhe: Levanta-te, e vai; a tua fé te salvou. Lucas 17:11-19
Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. 1 Tessalonicenses 5:18

Uma frase que circula muito pela internet nas redes sociais, e que tem realmente um fundo de verdade, é a de que para não nos decepcionarmos com as pessoas, não devemos ter grandes expectativas com respeito a elas. Se criamos muitas expectativas com alguém e essa pessoa não corresponde ficamos realmente chateados e tristes. Existe algo também que muito entristece a Deus, é a ingratidão do homem! Veja na parábola dos dez homens leprosos, quantos voltaram para agradecer? Apenas um. Jesus curou todos eles, mas somente um voltou para agradecer! E este que voltou para agradecer, Jesus frisou bem: era um estrangeiro, um samaritano. Ou seja, era um que não se considerava judeu como os demais, e era considerado pelos judeus como impuro.
Como o ser humano é ingrato!
Deus quer que nos relacionemos com Ele. Não quer que sejamos apenas pedintes. Se temos um filho e este só nos pede as coisas, e nós damos, a relação entre pai e filho não é muito boa! É necessário se ter gratidão, um relacionamento maior do que apenas pedir e receber. Deus também quer isto de nós, que demos graças a tudo o que Ele faz por nós, independente de pedirmos ou não. Ele faz muitas coisas que muitas vezes nem percebemos, e porisso mesmo deixamos de agradecer, em nosso viver, em nosso dia a dia.
Temos que ter um coração mais agradecido, e reconhecedor de todas as dádivas e bênçãos que o Senhor já nos deu e que com certeza continuará nos dando!

 

Mensagem do dia 22 / 06 / 2015: Jesus é nosso pastor

Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador.
Aquele, porém, que entra pela porta é o pastor das ovelhas.
A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora.
E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz.
Mas de modo nenhum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.
Jesus disse-lhes esta parábola; mas eles não entenderam o que era que lhes dizia.
Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que eu sou a porta das ovelhas.
Todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não os ouviram.
Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.
O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.
Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas. João 10:1-11

Jesus desceu dos céus, deixando sua majestade, para vir aqui na terra, nascer de mulher, ter uma vida simples, e com a missão dada pelo Pai de ser o nosso pastor, nosso bom Pastor!
Ele mesmo disse que entraria pela porta da frente e não pelas outras portas como um salteador, mas pela porta da frente. Quem não o reconhecer, ou não o aceitar e não quiser que Ele entre, tem esta escolha. Porém sua vida já estará perdida, sem rumo, sem pastor.
Ele nos conhece pelo nome, não somos um número numa estatística para Ele! Ele nos conhece, bem no nosso interior, ainda nossos pensamentos nem subiram à nossa mente, mas Ele já os sabe! Ele veio para nos dar vida, vida com abundância aqui na terra e no futuro a vida eterna. Uma vida que não tem fim! Num lugar preparado pelo Pai para seus filhos, que somos nós! Acredite no Pastor Jesus, que só quer o nosso bem e veio para nos dar a vida eterna, deixando toda a sua majestade lá nos céus, vivendo como homem aqui, entre os homens, mostrando a todos pelos seus exemplos, por suas palavras, como se obtém a comunhão com o Pai, e sendo o sacrifício perfeito, morrendo na cruz sem que houvesse motivo para tal morte, o último sacrifício aceito pelo Senhor para nos justificar e nos dar a vida sem fim! Tudo isso foi nos dado imerecidamente, apenas por sua graça e infinita misericórdia por nós, pecadores. Aceitemos o pastoreio de Jesus em nossas vidas, para que tenhamos uma vida mais reta diante do Senhor e prossigamos para sermos a imagem de Jesus, perante o Pai.

 Veja mais ministrações e vídeos neste site

Projeto e Manutenção do Site

clauco@terra.com.br

Volta para página inicial