Mensagem do dia 01 / 03 / 2013: Pessoas melhores

Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. (Gálatas capítulo 5, versículo 14)
Mestre, qual é o grande mandamento na lei?
E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento.
Este é o primeiro e grande mandamento.
E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os profetas. (Mateus capítulo 22, versículos 36 a 40)

Quando Jesus resumiu os 10 mandamentos em apenas 2, o segundo é o amar ao próximo como a nós mesmos. Veja a importância que o Mestre dos mestres deu a este assunto. Ele queria mostrar aos doutores da época, aos letrados e cultos o que Deus queria que eles fizessem, como Ele queria que eles agissem em relação ao próximo. Estes doutores estavam muito escravos das leis e por trás de toda essa aparência de santidade, não havia algo bom para o mundo, para a convivência deles com seus próximos. Jesus ao dizer isso queria que eles se tornassem pessoas melhores para com os que estavam ao seu redor, e não tivessem apenas uma aparência de santos, mas que fossem realmente separados por Deus, e que através de suas atitudes e gestos, glorificassem ao Senhor! É exatamente isso que o Senhor quer de nós nos dias de hoje também! Que nos tornemos em pessoas melhores para com os que estão em nosso convívio mais próximo. Fazendo assim estaremos fazendo a vontade de Deus, Aquele que sempre quer o melhor para nós!

 
Mensagem do dia 04 / 03 / 2013: Seguir a Jesus

Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; (Mateus capítulo 16, versículo 24)
E Jesus, respondendo, disse: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho,
Que não receba cem vezes tanto, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no século futuro a vida eterna. (Marcos capítulo 10, versículos 29-30)

Jesus convida seus discípulos a segui-Lo! Perceba que não é uma ordem, uma imposição, mas Jesus disse "se alguém quiser...". Ninguém é coagido, ninguém é obrigado a seguir a Jesus, faz quem quer! O homem tem o livre arbítrio dado pelo próprio Criador para se decidir. É claro que os que o seguem tem as suas consequências, assim como os que não o seguem! Fora do caminho de Jesus há morte, escravidão, prisão, paralização, mas em seu caminho há vida, liberdade e uma limitação no ilimitado que é Deus! Esta decisão muitas vezes atinge vários lados da vida do homem: sua famíliia, seu trabalho, seus amigos, há muitos fatores emocionais, psicológicos e sociais que aparecem quando esta decisão é tomada. Na própria família podem ocorrer divisões e contendas, gente contrária e gente à favor. Seus inimigos poderão estar em sua própria casa! Mas Jesus mesmo nos conforta e nos incentiva dizendo que aqueles que o seguirem ganharão ao final a vida eterna! Este é o grandioso prêmio para seus seguidores! E o que há de mais valioso? Nada é mais valioso do que a vida eterna! Todos os bens que temos não conseguiremos levar, mas a vida eterna haverá!
 
Mensagem do dia 06 / 03 / 2013: Olhar para a frente

E Jesus lhe disse: Ninguém, que lança mão do arado e olha para trás, é apto para o reino de Deus. (Lucas capítulo 9, versículo 62)
Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. Não são do mundo, como eu do mundo não sou. (João capítulo 17, versículos 15-16)

Jesus nesta passagem estava explicando aos seus ouvintes, que para seguí-lo, não se deve olhar para trás. Como se quisesse voltar ao estado anterior ao que estava! Com Jesus todas as coisas se fazem novas, os pensamentos, os objetivos, a direção. E muitas vezes tudo isso passa a ser muito diferente do que era antes! Mas olhar para trás como se tivesse deixado algo importante a fazer, ou seja, como se estivesse querendo voltar, realmente não demonstra aptidão para ir ao reino de Deus! Problemas e dificuldades todos teremos, pois Jesus não veio aqui para nos tirar do mundo, mas nos ajudar a viver o nosso dia a dia, confiantes que Ele está ao nosso lado, à nossa frente, sempre nos amparando, nos auxiliando, fazendo tudo aquilo que não conseguiremos fazer! Então por que olhar para trás? A partir do momento em que Jesus entra em nossa vida, nossa história é mudada, há um antes de Cristo e um depois de Cristo, assim como no calendário mundial, um a.C. e um d.C.. Compreendemos que não estamos sozinhos no mundo, mesmo que aparentemente pareça, ou que as situações tentem mostrar isso, essa não é a realidade, pois não se pode sair da presença do Senhor, se realmente o queremos conosco!
 
Mensagem do dia 08 / 03 / 2013: O último folheto

E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. (Marcos capítulo 16, versículo 15)

Todos os domingos à tarde, depois do culto da manhã na igreja, o pastor e seu filho de 11 anos saíam pela cidade e entregavam folhetos evangelísticos.

Numa tarde de domingo, quando chegou à hora do pastor e seu filho saírem pelas ruas com os folhetos, fazia muito frio lá fora e também chovia muito. O menino se agasalhou e disse:

-'Ok, papai, estou pronto. '

E seu pai perguntou: -'Pronto para quê?':

-'Pai, está na hora de juntarmos os nossos folhetos e sairmos. '

Seu pai respondeu: -'Filho, está muito frio lá fora e também está chovendo muito. '

O menino olhou para o pai surpreso e perguntou: -'Mas, pai, as pessoas vão para o inferno até mesmo em dias de chuva, NÃO É?'

Seu pai respondeu: -'Filho, eu não vou sair nesse frio. '

Triste, o menino perguntou: -'Pai, eu posso ir? Por favor!'

Seu pai hesitou por um momento e depois disse: -'Filho, você pode ir. Aqui estão os folhetos. Tome cuidado, filho. '

-'Obrigado, pai!'

Então ele saiu no meio daquela chuva. Este menino de onze anos caminhou pelas ruas da cidade de porta em porta entregando folhetos evangelísticos a todos que via.

Depois de caminhar por duas horas na chuva, ele estava todo molhado, mas faltava o último folheto. Ele parou na esquina e procurou por alguém para entregar o folheto, mas as ruas estavam totalmente desertas. Então ele se virou em direção à primeira casa que viu e caminhou pela calçada até a porta e tocou a campainha. Ele tocou a campainha, mas ninguém respondeu.
Ele tocou de novo, mais uma vez, mas ninguém abriu a porta. Ele esperou, mas não houve resposta.

Finalmente, este soldadinho de onze anos se virou para ir embora, mas algo o deteve. Mais uma vez, ele se virou para a porta, tocou a campainha e bateu na porta bem forte. Ele esperou, alguma coisa o fazia ficar ali na varanda. Ele tocou de novo e desta vez a porta se abriu bem devagar. De pé na porta estava uma senhora idosa com um olhar mui to triste. Ela perguntou gentilmente:

-'O que eu posso fazer por você, meu filho?'

Com olhos radiantes e um sorriso que iluminou o mundo dela, este pequeno menino disse:
-'Senhora, me perdoe se eu estou perturbando, mas eu só gostaria de dizer que JESUS A AMA MUITO e eu vim aqui para lhe entregar o meu último folheto que lhe dirá tudo sobre JESUS e seu grande AMOR. '

Então ele entregou o seu último folheto e se virou para ir embora. Ela o chamou e disse:

-'Obrigada, meu filho!!! E que Deus te abençoe!!!'

Bem, na manhã do seguinte domingo na igreja, o Papai Pastor estava no púlpito. Quando o culto começou ele perguntou: - 'Alguém tem um testemunho ou algo a dizer?'

Lentamente, na última fila da igreja, uma senhora idosa se pôs de pé. Conforme ela começou a falar, um olhar glorioso transparecia em seu rosto.

- 'Ninguém me conhece nesta igreja. Eu nunca estive aqui. Vocês sabem antes do domingo passado eu não era cristã. Meu marido faleceu a algum tempo deixa ndo-me totalmente sozinha neste mundo. No domingo passado, sendo um dia particularmente frio e chuvoso, eu tinha decidido no meu coração que eu chegaria ao fim da linha, eu não tinha mais esperança ou vontade de viver.

Então eu peguei uma corda e uma cadeira e subi as escadas para o sótão da minha casa. Eu amarrei a corda numa madeira no telhado, subi na cadeira e coloquei a outra ponta da corda em volta do meu pescoço. De pé naquela cadeira, tão só e de coração partido, eu estava a ponto de saltar, quando, de repente, o toque da campainha me assustou. Eu pensei:

-'Vou esperar um minuto e quem quer que seja irá embora. '

Eu esperei e esperei, mas a campainha era insistente; depois a pessoa que estava tocando também começou a bater bem forte.. Eu pensei:

-'Quem neste mundo pode ser? Ninguém toca a campainha da minha casa ou vem me visitar. '

Eu afrouxei a corda do meu pescoço e segui em direção à porta, enquanto a campainha soava cada vez mais alta.

Quando eu abri a porta e vi quem era, eu mal pude acreditar, pois na minha varanda estava o menino mais radiante e angelical que já vi em minha vida. O seu SORRISO, ah, eu nunca poderia descrevê-lo a vocês! As palavras que saíam da sua boca fizeram com que o meu coração que estava morto há muito tempo SALTASSE PARA A VIDA quando ele exclamou com voz de querubim:,

-'Senhora, eu só vim aqui para dizer QUE JESUS A AMA MUITO. '

Então ele me entregou este folheto que eu agora tenho em minhas mãos.

Conforme aquele anjinho desaparecia no frio e na chuva, eu fechei a porta e atenciosamente li cada palavra deste folheto.

Então eu subi para o sótão para pegar a minha corda e a cadeira. Eu não iria precisar mais delas. Vocês vêem - eu agora sou uma FILHA FELIZ DO REI!!!

Já que o endereço da sua igreja estava no verso deste folheto, eu vim aqui pessoalmente para dizer OBRIGADO ao anjinho de Deus que no momento certo livrou a minha alma de uma eternidade no inferno. '

Não havia quem não tivesse lágrimas nos olhos na igreja. E quando gritos de louvor e honra ao REI ecoaram por todo o edifício, o Papai Pastor desceu do púlpito e foi em direção a primeira fila onde o seu anjinho estava sentado. Ele tomou o seu filho nos braços e chorou copiosamente.

Provavelmente nenhuma igreja teve um momento tão glorioso como este e provavelmente este universo nunca viu um pai tão transbordante de amor e honra por causa do seu filho...

Exceto um. Este Pai também permitiu que o Seu Filho viesse a um mundo frio e tenebroso. Ele recebeu o Seu Filho de volta com gozo indescritível, todo o céu gritou louvores e honra ao Rei, o Pai assentou o Seu Filho num trono acima de todo principado e potestade e lhe deu um nome que é acima de todo nome.

Bem aventurados são os olhos que vêem esta mensagem. Não deixe que ela se perca, leia-a de novo e passe-a adiante.

Lembre-se: a mensagem de Deus pode fazer a diferença na vida de alguém próximo a você.

Por isso....

- Me perdoe se eu estou perturbando, mas eu só gostaria de dizer que JESUS TE AMA MUITO e eu vim aqui para lhe entregar o meu último folheto.

 
Mensagem do dia 12 / 03 / 2013: A verdade é Jesus

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. (João capítulo 14, versículo 6)

Jesus disse com muita propriedade que ele é a verdade! Ao contrário da mentira que sempre nos oprime, nos paralisa, a verdade nos liberta, nos faz avançar! Jesus veio ao mundo para libertar o cativo, pois Jesus é a própria expressão da verdade em pessoa! Uma pessoa que vive num mundo de mentiras, não vive, fica o tempo todo enrolada em situações que ela mesmo cria, situações que a prendem, a alienam. E essa realidade acaba trazendo medo, opressão, sentimento de culpa. Mas Jesus veio para nos trazer liberdade, tirar de nossos ombros toda a culpa que possa estar nos pressionando, basta acreditarmos em Jesus e seguí-Lo, fazer de seus ensinamentos a nossa verdade, a nossa realidade de vida! Dessa forma nos libertaremos de toda a opressão! Faremos a vontade do Pai e nos aproximaremos mais Dele, pois é através de Jesus que nos achegaremos a Deus! Andar na verdade, ou seja, andar com Jesus é que nos trará uma vida de bençãos. Os problemas até podem vir, pois com certeza não cessarão, mas aquele que tem a Jesus, nunca se sente só, e sempre está amparado pela verdade que liberta, e ao final, com toda a certeza, será vitorioso!
 
Mensagem do dia 14 / 03 / 2013: No controle de Deus

Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? (Romanos capítulo 8, versículo 31)
Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel. (Salmos capítulo 121, versículo 4)

Se você entregou sua vida para o controle de Deus, pode ficar certo que Ele está no controle! Pode parecer redundância, mas há momentos em que aparentemente as coisas parecem não estar em ordem, parecem não querer dar certo, ou então surgem obstáculos que se mostram intransponíveis, e nessas horas ficamos preocupados pensando que o Senhor nos abandonou, que estamos sozinhos para resolver toda essa situação. Mas isso não é verdade, quem tem a vida nas mãos do Senhor, quem entregou o controle de seu viver nas mãos do Criador do universo, pode ficar tranquilo que Ele não dorme, nem tosqueneja, Ele está sempre atento ao nosso clamor e olhando por nós. Mesmo que as circunstâncias que são passageiras mostrem o contrário, fique firme e confiante no Senhor! A situação que estamos vivendo foi porque o Senhor mesmo deixou que a vivessemos! Ele não nos daria sofrimento que não possamos aguentar! Ele não nos deixaria sucumbir, afinal a nossa vida está em suas mãos, sob o Seu magistral controle! Então afaste a preocupação de lado, foque no Senhor, eleve seus pensamentos, veja o quão grande Deus é, e que para Ele seu problema é infinitamente pequeno, diante de seu tremendo poder! Para Deus nada é impossível! Tenha a certeza de que Ele está agindo, e que ele sempre responde! No Seu tempo Deus fará o melhor por você!
 

Mensagem do dia 15 / 03 / 2013: Ver a Deus

Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.
Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?
Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.
Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras. (João capítulo 14, versículos 8 a 11)
Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou?
E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.
E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus. (Mateus capítulo 16, versículos 15 a 17)

Filipe conversando com Jesus, disse a Ele que queria ver o Pai, queria ver a Deus. Jesus entretanto o admoestou que estavam juntos a tanto tempo, e Jesus já havia feito tantos milagres e obras, que não tinha sentido Filipe pedir para ver o Pai, pois vendo a Jesus, vendo suas obras, ele já estava vendo o próprio Deus! Em outra oportunidade Jesus disse a Pedro, que ele era bem aventurado pois Deus mesmo havia se revelado a ele, não pela carne e pelo sangue, ou seja, Pedro não precisava ter visto algo para saber que Jesus era o Filho de Deus, o próprio Deus entre os homens, o Senhor não precisou aparecer, tomar uma forma física e falar audivelmente com Pedro sobre isto. O homem moderno também já teve esse dilema, pede para que Deus se mostre, mas o Senhor faz tantas obras, tantas maravilhas em sua vida, para que ele quer ver a Deus? Será realmente necessário isso? Já não estamos vendo seus sinais em nossa vida? O mais importante para o homem não é ver a Deus, mas sentí-lo convivendo com Ele, vendo o seu agir em seu viver, tendo a certeza de que o Espírito Santo mora dentro dele, e está sempre lhe ajudando e intercedendo diante de Deus, e proporcionando ao homem, o ter uma vida aqui na terra digna como um autêntico filho de Deus! Alguém que por suas atitudes, palavras, pensamentos e ações, demonstre e revele que Deus está em seu interior e controla todo o seu viver! É isso que Deus quer do homem, é isto que faz o Criador se orgulhar de sua criatura!

 

Mensagem do dia 19 / 03 / 2013: Riqueza e pobreza

E (Jesus) disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui. (Lucas capítulo 12, versículo 15)
E disse Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça. (Mateus capítulo 8, versículo 20)
O maior dentre vós será vosso servo. (Mateus capítulo 23, versículo 11)

Deus o Criador, deu ao homem já no jardim do Éden, o poderio e a autoridade de fazer as coisas aqui na terra, delegou-lhe a responsabilidade de cuidar das coisas que Deus criou. Nada que está aqui será definitivamente do homem, ou melhor, ele não poderá levar nada, pois nada é realmente dele. É como um mordomo que toma conta de tudo para Deus! E o Senhor não quer que o homem seja avarento, e tente acumular riquezas sem propósito, pois isto não o tornará melhor que ninguém. A abundância de bens que o homem possa juntar, para Deus não significa nada. O homem deve pensar no seu semelhante, no seu próximo, e ser como Jesus, que veio aqui na terra para ser um servo de todos, mesmo tendo toda a majestade e glória lá no céu! E é justamente no nome de Jesus, que não tinha nada de bens, nem lugar para reclinar a cabeça, que todo o joelho se dobrará e confessará ser seu Senhor! Jesus não ligava e nem se preocupava pelo fato de ter ou não bens, ser rico ou pobre, ter ou não ter um lugar para reclinar a cabeça, mas se preocupava em fazer a vontade do Pai. É exatamente isso que o Senhor quer de nós também!

 
Mensagem do dia 20 / 03 / 2013: Será que estamos pedindo o que realmente precisamos?

Jesus respondeu-lhes, e disse: Na verdade, na verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes.
Trabalhai, não pela comida que perece, mas pela comida que permanece para a vida eterna, a qual o Filho do homem vos dará; porque a este o Pai, Deus, o selou. (João capítulo 6, versículos 26 e 27)
Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. (Gálatas capítulo 5, versículo 16)

Vivemos pedindo para Deus que nos supra em nossas necessidades físicas e emocionais, mas o homem tem 3 componentes, e não apenas 2: corpo, alma e espírito! Pedindo coisas materiais estaremos atendendo às nossas necessidades físicas, e pedindo soluções para nossos problemas emocionais, estaremos atendendo nossas necessidades emocionais, mas e o lado espiritual? Ele também é parte integrante e importante do homem, e precisa também ter uma atenção especial de nossa parte. Jesus nessa passagem nos alerta que não devemos apenas pensar em nosso corpo, e nos bens materiais, pois tudo perece com o tempo, mas devemos trabalhar pela vida eterna! O lado espiritual é que realmente vai nos abastecer para seguirmos para a vida eterna! O espírito deve dominar a carne e não o contrário, como escreveu Paulo aos Corintios. Se priorizarmos a nossa vida espiritual, como consequência automaticamente o lado físico e emocional de nossa vida será ajustado, sem precisarmos nos preocupar, pois Deus controlará tudo o mais para nós! Isto não significa que devemos ser religiosos mas espirituais! Um religioso nem sempre é espiritual. Como Jesus disse e está escrito em Mateus 15:8, Este povo se aproxima de mim com a sua boca e me honra com os seus lábios, mas o seu coração está longe de mim. Temos que ter um coração achegado a Deus! Isto é ser espiritual: ter uma experiência individual com o Senhor! Pois é Ele quem nos dará a vida eterna, e ninguém poderá fazer isso por nós, é algo individual, só nós mesmos!
 
Mensagem do dia 26 / 03 / 2013: Jesus: um estilo de vida a ser seguido

Porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre; para que pela sua pobreza enriquecêsseis. (2 Corintios capítulo 8, versículo 9)
Manda aos ricos deste mundo que não sejam altivos, nem ponham a esperança na incerteza das riquezas, mas em Deus, que abundantemente nos dá todas as coisas para delas gozarmos;
Que façam bem, enriqueçam em boas obras, repartam de boa mente, e sejam comunicáveis;
Que entesourem para si mesmos um bom fundamento para o futuro, para que possam alcançar a vida eterna. (1 Timóteo capítulo 6, versículos 17 a 19)

Jesus se destituiu de toda a sua majestade e glória, e veio à terra, nasceu numa simples manjedoura, para viver como um homem comum para nos mostrar como é viver! Generosamente, sem altivez, sem avareza, sem ter esperança nas riquezas, afinal Jesus não tinha propriedades e bens, mas dependia somente do Pai, e repartia tudo o que tinha com todos ao seu redor. Seu conhecimento, seus milagres, suas boas obras eram dadas a todos que quisessem recebê-los de coração aberto! Suas palavras e ações ecoam até o dia de hoje, passados mais de 2000 anos! Seu estilo de vida deve ser imitado por todo aquele que quer se achegar a Deus e ter como recompensa a vida eterna!
 
Mensagem do dia 27 / 03 / 2013: Culpa

E perdoa-nos os nossos pecados, pois também nós perdoamos a qualquer que nos deve, e não nos conduzas em tentação, mas livra-nos do mal. (Lucas capítulo 11, versículo 4)
Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça. (1 João capítulo 1, versículo 9)
Então Pedro, aproximando-se dele, disse: Senhor, até quantas vezes pecará meu irmão contra mim, e eu lhe perdoarei? Até sete?
Jesus lhe disse: Não te digo que até sete; mas, até setenta vezes sete. (Mateus capítulo 18, versículos 21-22)

Nesta parte da oração que Jesus nos ensina: o Pai Nosso, o Mestre nos convida a que peçamos perdão a Deus pelos nossos pecados, nossas faltas, nossos erros. Isto tudo é para que não tenhamos um sentimento interno de culpa sobre nós, o que pode agravar a nossa situação. Ao sermos perdoados nos sentimos mais leves e prontos para avançar, pois o sentimento de culpa pode trazer depressão e consequentemente derrotas pela frente. Se observarmos bem no futebol, por exemplo, quando um certo time faz uma falta grave sobre o jogador do outro time, parece que o time todo sente aquilo e a moral dos jogadores diminui trazendo como se fosse um peso sobre eles, e isto pode mudar toda a estória do jogo! O sentimento de culpa não deve perseguir o homem, por isso que Jesus nos incentiva a pedirmos perdão! E podemos ter a certeza de que o Senhor estará nos ouvindo e nos perdoando também até setenta vezes sete, quatrocentos e noventa vezes, o que nos faria perder a conta realmente com toda a certeza, como disse Jesus também em outra oportunidade. O importante é nos livrarmos desse sentimento de culpa que só atrapalha, e só Deus pode fazer isso por nós!

 Veja mais ministrações e vídeos neste site

Projeto e Manutenção do Site

clauco@terra.com.br

Volta para página inicial